Pular para o conteúdo principal

Verdades e Mitos sobre o Glaucoma.


O que é glaucoma? O glaucoma é uma doença caracterizada pela lesão do nervo óptico e consequente diminuição do campo de visão. Na maioria das vezes está associada a pressão intraocular elevada. 

Quais os sinais e sintomas do Glaucoma? O glaucoma pode ser crônico ou agudo. Quando crônico, na sua fase inicial, raramente apresenta sintomas. Já na forma aguda, os sinais e sintomas são evidentes como dor ocular intensa, baixa da visão, observação de halos coloridos em torno da luz, náusea e vômito . 

Ter familiares com glaucoma aumenta o risco de ter glaucoma?

Diversos estudos demonstram que o antecedente familiar positivo é um dos fatores mais importantes para o desenvolvimento da doença. Já se sabe que um terço dos portadores de glaucoma apresenta um familiar acometido. Isto ressalta a importância do exame oftalmológico nos parentes diretos dos portadores.


Quais as pessoas mais propensas a terem glaucoma?

Os idosos, parentes de portadores de glaucoma, negros, diabéticos, portadores de pressão arterial alta ou muito baixa , portadores de apneia do sono , nos que fazem uso prolongado de medicação a base corticoide e aqueles que apresentam enxaqueca. 

Quais os exames necessários para diagnóstico do glaucoma?

O exame oftalmológico completo já é capaz de levar a suspeita e até mesmo, confirmar a doença. Contudo, o médico necessitará solicitar alguns exames para fechar o diagnóstico, determinar a forma, o estágio da doença, e assim melhor programar o tratamento. 

A pressão alta dos olhos pode ser um indicativo de glaucoma?

Sim, o mais relevante fator de risco relacionado ao glaucoma é a pressão interna do olho alta. Entretanto este não é o único elemento que contribui para a doença, pois algumas pessoas com pressão do olho alta não apresentarão glaucoma e por outro lado, indivíduos com pressões consideradas normais podem apresentar lesão no nervo óptico característica da doença. Portanto, a avaliação cuidadosa do seu oftalmologista considerando o fundo de olho, campo visual e outros fatores de risco, é importante para o diagnóstico precoce. 

Mesmo com a pressão ocular baixa a visão pode continuar piorando?

Verdade. O controle da pressão intraocular é fundamental para estacionar a lesão do glaucoma, mas já foi observado que ela pode continuar progredindo em alguns indivíduos, demonstrando que outros fatores devem estar relacionados com sua piora .

Quais fatores? 

Pressão arterial muito baixa, apneia do sono, diabetes e outros distúrbios vasculares como enxaqueca. 

O glaucoma deixa o paciente cego?

Sim, a diminuição progressiva do campo de visão periférico pode causar grandes dificuldades para perceber objetos a sua volta e com a evolução, se não houver tratamento, pode atingir a visão central até mesmo levar perda total da visão. 

A cegueira causada pelo glaucoma é reversível?

Não. Ainda não dispomos de tratamento eficaz para recuperar as fibras nervosas lesadas no glaucoma. Por isso a importância dos exames periódicos para que se possa fazer o diagnóstico e tratar precocemente evitando a cegueira. 

O colírio para baixar a pressão ocular deve ser usado para sempre?

Sim, a pressão interna dos olhos é um fator relacionado ao glaucoma que é possível de intervir. Os colírios que reduzem a pressão ocular são os meios até o momento mais seguros e como já foi comprovado que o controle da pressão retarda a evolução do glaucoma, é necessário o uso contínuo destes para proteger o olho da lesão glaucomatosa.

Quando se opera o glaucoma o problema da pressão está resolvido?

Na maioria das vezes ocorre o equilíbrio da pressão em um nível seguro, não precisando do uso de colírios. Mas, em alguns pacientes podem apresentar difícil controle mesmo após a cirurgia, necessitando manter os colírios ou até mesmo, um novo procedimento cirúrgico. 

Quando se opera o glaucoma a visão pode voltar?

O objetivo da cirurgia é o controle da pressão ocular para evitar a progressão da lesão do glaucoma. Portanto, não melhora a visão já afetada.

Um pouco mais sobre o especialista: 
Drº Abel Tenório é formado em Medicina pela Federal de Alagoas – UFAL; Curso de Especialização em Oftalmologia reconhecido pelo CBO (Conselho Brasileiro de Oftalmologia), realizado na Fundação Altino Ventura – Recife / PE; Fellow em Glaucoma realizado na Fundação Altino Ventura – Recife / PE;Ex-Preceptor clínico e cirúrgico da Fundação Altino Ventura; Participação em congressos internacionais de oftalmologia e congressos da Sociedade Brasileira de Glaucoma; Membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia; Membro da Sociedade Brasileira de Glaucoma; Médico perito em medicina do tráfego – DETRAN-PE.

Fonte DINO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enfermagem + Idosos = Cuidados

A atuação de enfermeiros junto ao idoso deve estar centrada na educação para a saúde, no “cuidar”, tendo como base o conhecimento do processo de senilidade. Estar em atento ao retorno das possíveis atividades do idoso e de sua capacidade funcional. O objetivo primordial dos enfermeiros é atentar às necessidades básicas, à dependência e ao bem-estar do idoso. Tal colocação tem como base a assistência de enfermagem tanto na saúde quanto na doença.
Todos os profissionais envolvidos neste trabalho de ajuda ao idoso devem atuar, também, junto a seus familiares, apoiando-os nas decisões, ajudando-os a aceitar as alterações físicas advindas de doenças próprias da idade.

Pois , o idoso pode apresentar vários problemas que levam ao comprometimento da sua reabilitação tais como: Desânimo, depressão, crise de choro e idéia de suicídio, muitas vezes observados durante a consulta de enfermagem. É de extrema importância os enfermeiros, nessas situações, serem sensíveis para detectar tais problemas, i…

Alzheimer: Diagnósticos de Enfermagem e Reabilitação do paciente.

O dia 21 de setembro foi instituído pela ADI (Alzheimer's Disease International), entidade internacional que congrega mais de 75 Associações de Alzheimer no mundo, como dia de sensibilização para a doença.
Doença de Alzheimer - Enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. Quase todas as suas vítimas são pessoas idosas. Talvez, por isso, a doença tenha ficado erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.
A doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família. Seu nome oficial refere-se ao médico Alois Alzheimer, o primeiro a descrever a doença, em 1906.
Causa - Não se sabe por que a Doença de Alzheimer ocorre, mas são conhecidas algumas lesões cerebrais características dessa do…

Revertendo a laqueadura

Mudou de idéia sobre ter filhos? Veja como resolver essa situação

Imagine tomar uma decisão que pode mudar o rumo da sua vida, ou melhor, o rumo da vida de toda a sua família. Agora, imagine que sua vida mude de um dia para o outro e que você se arrependa dessa decisão. Muitas vezes não se pode voltar atrás, mas algumas escolhas podem ser refeitas. Felizmente, a medicina já consegue (pelo menos na maioria das vezes) reverter a laqueadura ou ligadura de trompas.

Optar pela esterilização feminina é um passo importante na vida de um casal, e deve ser muito bem pensado para que não haja arrependimento depois. "Quando a decisão da ligadura é tomada após o casal analisar as inúmeras possibilidades, que devem ser apresentadas pelo médico (término da relação, perda ou doença de filho etc.), o arrependimento tende a ser muito pequeno, daí a importância da informação ao casal. Optar por tal método por imposições de ordem financeira, pressão do cônjuge, instabilidade emocional, certamente ele…