Pular para o conteúdo principal

Pesquisadores querem desvendar perfil genético de atletas.


Triatletas e maratonistas terão o perfil genético desvendado. Cientistas do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into) e do Instituto Nacional de Cardiologia (INC) querem entender quais componentes genéticos influenciam o alto rendimento de atletas em competições e identificar o potencial de cada pessoa para o esporte.

Para isso, os pesquisadores vão estudar duas proteínas relacionadas à absorção de oxigênio pelo organismo: MCP1 e MCP2.

Ambas têm a função de transportar o ácido piruvato, que age na transformação de partículas de glicose em combustível para o corpo, ou seja, fazem com que o atleta tire maior beneficio da respiração, gerando mais energia nos treinos.

Os especialistas acreditam que uma alteração genética no consumo de oxigênio pode explicar o alto desempenho de alguns, em comparação com os demais, mesmo quando submetidos ao mesmo treinamento, explica o coordenador do Laboratório de Pesquisa Neuromuscular e de Fisiologia do Esforço do Into, José Inácio Salles.

“Essas proteínas que estudamos vão nos ajudar a identificar aquilo que caracteriza essa individualidade, as limitações e possibilidades das pessoas”, frisou.

Segundo Salles, o sucesso do estudo, caso a tese da mutação genética seja confirmada, poderá colaborar com o treinamento de corredores e triatletas, aumentando o potencial de cada um.

“Essa era uma lacuna dentro do conhecimento referente ao metabolismo aeróbico”, completou o especialista.

Desde de meados do ano, especialistas fazem coleta de sangue e saliva, além de exames cardiorrespiratórios, em 60 atletas de alto e baixo rendimento, com, no mínimo, dois anos de treinamento sistemático e participação em provas - como corridas de 10 a 20 quilômetros e de triathlon (nadar, pedalar e correr). Os resultados da pesquisa saem em 2015.

Curta o Momento Verdadeiro no Facebook e no Twitter .

Os atletas, que participam voluntariamente da pesquisa, foram identificados por meio de treinadores  que atuam na cidade do Rio de Janeiro.

Fonte: Empresa Brasil de Comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enfermagem + Idosos = Cuidados

A atuação de enfermeiros junto ao idoso deve estar centrada na educação para a saúde, no “cuidar”, tendo como base o conhecimento do processo de senilidade. Estar em atento ao retorno das possíveis atividades do idoso e de sua capacidade funcional. O objetivo primordial dos enfermeiros é atentar às necessidades básicas, à dependência e ao bem-estar do idoso. Tal colocação tem como base a assistência de enfermagem tanto na saúde quanto na doença.
Todos os profissionais envolvidos neste trabalho de ajuda ao idoso devem atuar, também, junto a seus familiares, apoiando-os nas decisões, ajudando-os a aceitar as alterações físicas advindas de doenças próprias da idade.

Pois , o idoso pode apresentar vários problemas que levam ao comprometimento da sua reabilitação tais como: Desânimo, depressão, crise de choro e idéia de suicídio, muitas vezes observados durante a consulta de enfermagem. É de extrema importância os enfermeiros, nessas situações, serem sensíveis para detectar tais problemas, i…

Alzheimer: Diagnósticos de Enfermagem e Reabilitação do paciente.

O dia 21 de setembro foi instituído pela ADI (Alzheimer's Disease International), entidade internacional que congrega mais de 75 Associações de Alzheimer no mundo, como dia de sensibilização para a doença.
Doença de Alzheimer - Enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. Quase todas as suas vítimas são pessoas idosas. Talvez, por isso, a doença tenha ficado erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.
A doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família. Seu nome oficial refere-se ao médico Alois Alzheimer, o primeiro a descrever a doença, em 1906.
Causa - Não se sabe por que a Doença de Alzheimer ocorre, mas são conhecidas algumas lesões cerebrais características dessa do…

Revertendo a laqueadura

Mudou de idéia sobre ter filhos? Veja como resolver essa situação

Imagine tomar uma decisão que pode mudar o rumo da sua vida, ou melhor, o rumo da vida de toda a sua família. Agora, imagine que sua vida mude de um dia para o outro e que você se arrependa dessa decisão. Muitas vezes não se pode voltar atrás, mas algumas escolhas podem ser refeitas. Felizmente, a medicina já consegue (pelo menos na maioria das vezes) reverter a laqueadura ou ligadura de trompas.

Optar pela esterilização feminina é um passo importante na vida de um casal, e deve ser muito bem pensado para que não haja arrependimento depois. "Quando a decisão da ligadura é tomada após o casal analisar as inúmeras possibilidades, que devem ser apresentadas pelo médico (término da relação, perda ou doença de filho etc.), o arrependimento tende a ser muito pequeno, daí a importância da informação ao casal. Optar por tal método por imposições de ordem financeira, pressão do cônjuge, instabilidade emocional, certamente ele…