Pular para o conteúdo principal

Catapora em adultos: Variação do vírus pode causar a Herpes-zoster

REPRODUÇÃO
A varicela, popularmente conhecida como catapora, é uma doença infecciosa, contagiosa e que, apesar de benigna, costuma incomodar principalmente pelas manchas vermelhas na pele e pela coceira intensa. Comum na infância, a catapora pode afetar o organismo de um indivíduo na fase adulta, devido a uma variação do vírus varicela-zoster.

Contágio

A transmissão da catapora ocorre durante todo o ano, com predominância no final do inverno e começo da primavera, principalmente nos estados do Sul e Sudeste do Brasil. Somente até setembro de 2010, mais de 1,5 mil casos foram registrados no interior de São Paulo e Minas Gerais.

“Para se contrair a doença, basta entrar em contato com as vesículas do doente ou as gotículas que ele expele pelo ar. A transmissão é maior em ambientes aglomerados. Mesmo antes de saber que está doente, a pessoa começa a transmitir o vírus, porque os sintomas só se manifestam entre 14 e 21 dias após o contágio”, aponta o médico Jorge Huberman, pediatra e neonatologista do Hospital Albert Einstein e do Instituto Saúde Plena, de São Paulo.


Herpes-zoster em adultos

O vírus pode voltar na fase adulta, normalmente em pessoas com baixa imunidade, idosos ou doentes crônicos, por exemplo. O Herpes-zoster é uma doença decorrente da reativação do vírus da varicela, que causa lesões parecidas com a catapora, mas que, no entanto, afeta os nervos e provoca dores muito fortes. Gradualmente vão se formando pequenas bolhas preenchidas com fluidos. Frequentemente ocorre sensação de indisposição.

“Em cerca de 10% a 20% dos indivíduos que tiveram a doença, principalmente em idosos e em imunodeficientes, pode ocorrer a reativação do vírus, levando ao aparecimento do Herpes zoster, conhecido também como cobreiro. A doença é caracterizada pelo aparecimento de pequenas vesículas dolorosas, que provocam ardência e coceira, em uma região limitada da pele, geralmente no tronco, mas pode acometer membros e a face, causando até a cegueira”, afirma Huberman.

Tratamento e prevenção

Depois de identificada a doença, um tratamento com antivirais alivia as dores e ajuda na cicatrização. Mas já há estudos que apontem a utilização da vacina contra catapora na redução das complicações do Herpes zoster, principalmente em idosos, que costumam sofrer com um maior tempo de ação do vírus no organismo.

Em geral, a vacina de prevenção é recomendada em dose única, após o primeiro ano de vida da criança. Em adolescentes suscetíveis, com baixa imunidade ou doenças crônicas, são recomendadas duas doses. A vacina também é aplicada em adultos que nunca tenham contraído a doença.

Fonte: Site Arca Universal/ Saúde


Comentários

Max Darcival disse…
Obrigado pela informação e parabéns pelo website.
Já estou guardando ele.
Convido para vistar o meu que segue no mesmo estilo:
http://naenfermagem.blogspot.com

grande abraço!

Postagens mais visitadas deste blog

Enfermagem + Idosos = Cuidados

A atuação de enfermeiros junto ao idoso deve estar centrada na educação para a saúde, no “cuidar”, tendo como base o conhecimento do processo de senilidade. Estar em atento ao retorno das possíveis atividades do idoso e de sua capacidade funcional. O objetivo primordial dos enfermeiros é atentar às necessidades básicas, à dependência e ao bem-estar do idoso. Tal colocação tem como base a assistência de enfermagem tanto na saúde quanto na doença.
Todos os profissionais envolvidos neste trabalho de ajuda ao idoso devem atuar, também, junto a seus familiares, apoiando-os nas decisões, ajudando-os a aceitar as alterações físicas advindas de doenças próprias da idade.

Pois , o idoso pode apresentar vários problemas que levam ao comprometimento da sua reabilitação tais como: Desânimo, depressão, crise de choro e idéia de suicídio, muitas vezes observados durante a consulta de enfermagem. É de extrema importância os enfermeiros, nessas situações, serem sensíveis para detectar tais problemas, i…

Alzheimer: Diagnósticos de Enfermagem e Reabilitação do paciente.

O dia 21 de setembro foi instituído pela ADI (Alzheimer's Disease International), entidade internacional que congrega mais de 75 Associações de Alzheimer no mundo, como dia de sensibilização para a doença.
Doença de Alzheimer - Enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. Quase todas as suas vítimas são pessoas idosas. Talvez, por isso, a doença tenha ficado erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.
A doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família. Seu nome oficial refere-se ao médico Alois Alzheimer, o primeiro a descrever a doença, em 1906.
Causa - Não se sabe por que a Doença de Alzheimer ocorre, mas são conhecidas algumas lesões cerebrais características dessa do…

Enfermeiro gay é morto na frente da filha.

Na semana passada, um enfermeiro foi morto a golpes de faca dentro de casa na frente da filha de um ano em São Gonçalo, região metropolitana do Rio. Antes de morrer, a vítima chegou a contar que teve a casa invadida por um homem encapuzado.
Jorge Patrício de Araújo, de 37 anos, que era casado com um homem, havia acabado de adotar a criança. Para os amigos, o crime foi motivado por homofobia.
A DH (Divisão de Homicídios) de Niterói investiga o caso.