Pular para o conteúdo principal

Afinal, tudo é virose?

Reprodução:
Entenda o que realmente significa esse diagnóstico, um dos mais ouvidos por pais que levam filhos adoentados aos hospitais

A criança acorda com febre, vômito e dor de cabeça. Os pais correm para o pronto-socorro e, muitas vezes, após enfrentarem longa fila de espera, ao lado de várias crianças com os mesmos sintomas, o diagnóstico médico é quase sempre o mesmo: virose.

Diante das recomendações de alguns dias de repouso e um medicamento para aliviar o problema, alguns pais ficam revoltados. Muitos falam em desatenção por parte do médico, que deveria investigar melhor. Mas tudo é virose?

“Realmente os pediatras ouvem muito essa reclamação. Mas a verdade é que a maioria das infecções que atingem as crianças é viral (provocada por um vírus) e com apresentações clínicas inespecíficas e às vezes semelhantes”, diz o pediatra Cid Prado Spinelli.

“Grande parte das viroses se manifesta só com febre. Muitas vezes exames mais invasivos não ajudam no diagnóstico, pois não existe um exame de laboratório específico para cada tipo de virose.

Um resfriado comum pode ser causado por mais de cem tipos diferentes de vírus”, acrescenta.

Na maioria das vezes o médico conta com poucos dados para
diferenciar uma virose de uma infecção bacteriana logo nos primeiros dias. Então, muitos preferem acompanhar o caso antes de entrar com medicações.

“Quando o pediatra define o quadro como ‘virose’ não quer dizer que a criança não tem nada, mas sim que aquela é, provavelmente, uma infecção viral que geralmente se resolve espontaneamente, sem necessidade de antibióticos.

Entretanto, é necessário fazer um acompanhamento do quadro e uma reavaliação médica caso os sintomas persistam”, alerta Fátima Rodrigues Fernandes, pediatra e alergista do Hospital Infantil Sabará, em São Paulo.

Spinelli afirma ainda que algumas infecções têm uma sazonalidade bem definida: “No outono e no inverno, por exemplo, é a vez de gripes e resfriados.

Escarlatina, rubéola e varicela são muito frequentes no fim do inverno e começo da primavera e infecções intestinais acontecem mais no verão.”

Para prevenir é importante que, além dos cuidados com a higiene pessoal e a ventilação dos ambientes, os pais evitem levar crianças doentes às escolas ou creches. (A.D.)

Folha Universal

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enfermagem + Idosos = Cuidados

A atuação de enfermeiros junto ao idoso deve estar centrada na educação para a saúde, no “cuidar”, tendo como base o conhecimento do processo de senilidade. Estar em atento ao retorno das possíveis atividades do idoso e de sua capacidade funcional. O objetivo primordial dos enfermeiros é atentar às necessidades básicas, à dependência e ao bem-estar do idoso. Tal colocação tem como base a assistência de enfermagem tanto na saúde quanto na doença.
Todos os profissionais envolvidos neste trabalho de ajuda ao idoso devem atuar, também, junto a seus familiares, apoiando-os nas decisões, ajudando-os a aceitar as alterações físicas advindas de doenças próprias da idade.

Pois , o idoso pode apresentar vários problemas que levam ao comprometimento da sua reabilitação tais como: Desânimo, depressão, crise de choro e idéia de suicídio, muitas vezes observados durante a consulta de enfermagem. É de extrema importância os enfermeiros, nessas situações, serem sensíveis para detectar tais problemas, i…

Alzheimer: Diagnósticos de Enfermagem e Reabilitação do paciente.

O dia 21 de setembro foi instituído pela ADI (Alzheimer's Disease International), entidade internacional que congrega mais de 75 Associações de Alzheimer no mundo, como dia de sensibilização para a doença.
Doença de Alzheimer - Enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. Quase todas as suas vítimas são pessoas idosas. Talvez, por isso, a doença tenha ficado erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.
A doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família. Seu nome oficial refere-se ao médico Alois Alzheimer, o primeiro a descrever a doença, em 1906.
Causa - Não se sabe por que a Doença de Alzheimer ocorre, mas são conhecidas algumas lesões cerebrais características dessa do…

Enfermeiro gay é morto na frente da filha.

Na semana passada, um enfermeiro foi morto a golpes de faca dentro de casa na frente da filha de um ano em São Gonçalo, região metropolitana do Rio. Antes de morrer, a vítima chegou a contar que teve a casa invadida por um homem encapuzado.
Jorge Patrício de Araújo, de 37 anos, que era casado com um homem, havia acabado de adotar a criança. Para os amigos, o crime foi motivado por homofobia.
A DH (Divisão de Homicídios) de Niterói investiga o caso.